Futuros do aço voltam a subir na China

Siderúrgica em Hebei, China. Fonte: Reuters.

Os futuros do aço na China subiram pelo terceiro dia consecutivo nesta quinta-feira, após Pequim elevar os esforços para restringir a produção, de modo a combater um excesso de capacidade na indústria e ajudar a reduzir a poluição do ar, mas preocupações com a demanda atenuaram os ganhos.

O contrato mais ativo do vergalhão do aço na Bolsa de Xangai fechou em alta de 0,1 por cento, a 3.838 iuanes (589,81 dólares) por tonelada.

A China anunciou regras mais rígidas para a construção de novas capacidades de produção de aço em substituição a instalações obsoletas, um movimento que ajudou a impulsionar os preços do aço nesta semana.

“Essas últimas regras do governo… continuaram a restaurar o sentimento do mercado, e há sinais de estabilidade –ao menos para os preços do aço semi-acabado– nesta semana, após uma grande queda na semana anterior”, disse o analista da CRU em Pequim, Kevin Bai.

Mas uma demanda mais fraca no inverno deve continuar a pesar sobre os preços antes dos feriados de Ano Novo Lunar na China no próximo mês, acrescentou ele.

Os futuros do minério de ferro fecharam em queda de 0,4 por cento na Bolsa de Dalian, a 556 iuanes por tonelada.

Fonte: Reuters.

André Gobi
André Gobi
Bacharel em História pela UNESP, também estudou Jornalismo Empresarial e Assessoria de Imprensa na Universidade Gama Filho. Atualmente, cursa a pós-graduação em Jornalismo Científico na UNICAMP, e responde pela redação do Portal Aquecimento Industrial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *