Gerdau vende usinas produtoras de vergalhão nos EUA

logo tipo da empresa gerdau

A Commercial Metals Company (CMC) chegou a um acordo para adquirir ativos de fabricação de vergalhão da Gerdau S.A. nos EUA por US$ 600 milhões. A aquisição inclui 33 instalações de fabricação de vergalhão nos EUA, bem como as siderúrgicas localizadas em Knoxville (Tennessee).; Jacksonville (Flórida); Sayreville (Nova Jérsei); e Rancho Cucamonga (Califórnia). As usinas têm uma capacidade combinada anual de laminação de 2,5 milhões de toneladas.

A aquisição aumentará a capacidade de fabricação anual da CMC. A empresa terá cerca de 7,2 milhões de toneladas de capacidade global de fundição no final da transação, que está prevista para o final de 2018.

A CMC disse que planeja investir nas instalações para aumentar as eficiências utilizando sua expertise em inovações para a fabricação de aço.

De acordo com André Gerdau Johannpeter, vice-presidente executivo da Gerdau, “estamos vendendo as operações de vergalhão dos EUA como parte de nossa transformação global, para ser mais rentável em um mercado de aço extremamente competitivo. Este acordo representa um marco importante em nossa estratégia para reduzir a alavancagem financeira e concentrar em melhores oportunidades de retorno nos mercados onde operamos “.

Para a presidente e CEO da CMC, Barbara Smith, esta aquisição foca em clientes de construções não residenciais. “Além disso, esses ativos nos proporcionam a oportunidade de otimizar o nosso mix de produtos de forma mais plena nos EUA. Estamos entusiasmados em aproveitar nossa experiência para aumentar a produção, reduzir custos e melhorar a experiência do cliente em nossas novas operações”, acrescentou Smith.

Sugestão de leitura: 

-> Gerdau reativa usina de Mogi das Cruzes.

André Gobi
André Gobi
Bacharel em História pela UNESP, também estudou Jornalismo Empresarial e Assessoria de Imprensa na Universidade Gama Filho. Atualmente, cursa a pós-graduação em Jornalismo Científico na UNICAMP, e responde pela redação do Portal Aquecimento Industrial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *