Toyota se prepara para operar em três turnos no Brasil

Duas das quatro fábricas brasileiras da Toyota – Sorocaba e Porto Feliz, ambas no Interior de São Paulo – irão passar a operar em três turnos a partir do segundo semestre. Será a primeira vez em 60 anos de Brasil que a fabricante japonesa recorrerá a esse tipo de expediente.

Pouco antes, em junho, a montadora deve iniciar a produção do Yaris, novo sedã compacto premium da marca japonesa, que será produzido em Sorocaba. A unidade – que hoje produz os modelos da linha Etios e que tem capacidade para 108 mil carros – opera em dois turnos com horas extras.

“O aumento da produção e o número de trabalhadores a serem contratados serão definidos de acordo com o comportamento do mercado nos próximos meses”, disse Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil ao jornal “O Estado de São Paulo”.

Para Chang, a recuperação da economia está indo mais rápido do que o esperado. “Os resultados de 2017 superaram as expectativas do setor automotivo em diferentes aspectos. No caso da Toyota, registramos o segundo melhor desempenho de produção em 60 anos”, disse à revista IstoÉ dinheiro. “O ano de 2018 já começou dando sinais positivos, o que nos leva a manter as boas perspectivas, considerando, inclusive, crescimento em relação a 2017.”

60 anos no Brasil

Em 2018, a Toyota comemora 60 anos de atividades no Brasil. A empresa iniciou suas operações em 23 de janeiro de 1958, com a instalação de um escritório no centro da cidade de São Paulo. Em dezembro desse mesmo ano, também em São Paulo, inaugurou sua primeira linha de montagem, começando desta maneira suas atividades como fabricante de veículos no País. Em 1961, a Toyota adquiriu um terreno em São Bernardo do Campo (SP), onde instalou a primeira unidade industrial da Toyota fora do Japão. E, a partir de 1962, passou a fabricar o utilitário Bandeirante.

Além desta da unidade de São Bernardo, que hoje abriga um Centro de Pesquisa Aplicada e um Centro de Design, além de ser a sede da empresa e produzir peças para as demais unidades, a Toyota mantém fábricas em Indaiatuba, onde é fabricado o Corolla; em Sorocaba, que produz o Etios; e Porto Feliz, voltada à produção de motores. Mantém ainda três centros de distribuição de veículos em Guaíba (RS), Vitória (ES) e Suape (PE), um centro de distribuição de peças em Votorantim (SP), um escritório de representação em Brasília (DF) e emprega mais de 5.800 colaboradores.

Fonte: Usinagem Brasil.

Sugestão de leitura:

-> Venda de veículos novos no Brasil cresce 9% em 2017 

André Gobi
André Gobi
Bacharel em História pela UNESP, também estudou Jornalismo Empresarial e Assessoria de Imprensa na Universidade Gama Filho. Atualmente, cursa a pós-graduação em Jornalismo Científico na UNICAMP, e responde pela redação do Portal Aquecimento Industrial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *